Últimas Notícias Últimas Notícias

Voltar

Projeto Justiça no Bairro encerra as atividades do ano em Colombo e nos Presídios

Projeto Justiça no Bairro encerra as atividades do ano em Colombo e nos Presídios

Projeto Justiça no Bairro encerra as atividades do ano em Colombo e nos Presídios

A Comarca de Colombo recebeu o Projeto Justiça no Bairro no dia 6 de dezembro e nos dias 11 e 12 esteve também nos Presídios

Em Colombo foram realizados mais de 100 atendimentos da demanda reprimida com a entrega da prestação jurisdicional imediata, bem como 70 audiências das Varas de Família e Cível concretizadas, além dos demais serviços prestados à comunidade pelas secretarias estaduais e municipais e do Sistema Fecomércio, totalizando mais de 4.000 atendimentos.

O evento reuniu mais de 100 voluntários em diversas áreas, médicos, advogados, psicólogos, assistentes sociais, advogados, universitários, servidores, contando com a ativa participação das magistradas Cláudia Harumi Matumoto e Simone Trento e do representante do Ministério Público, Regis Rogério Vicente Sartori.  Também participaram os alunos da PUC, coordenados pela professora Regina Cardoso de A. Andrade Costa, da Uninter por meio do professor Cleverson Gusso, da professora Muriel Muraro, coordenando os alunos da FAPI – Faculdade de Pinhais/PR, bem como da importante parceira FAE, na pessoa de Tania Francisca dos Santos.

 

Nos Presídios

O Projeto Justiça no Bairro estendeu suas atividades até os Presídios - PCE - Penitenciária Central do Estado, PEP I e PEP II, para proporcionar a reinserção dos aprisionados ao seio da família.

Foram realizados atendimentos a família do preso no sentido de regularizar a situação de cada um por meio do divórcio, reconhecimento de união estável, guarda e responsabilidade, reconhecimento de paternidade, entre outros, além do cadastro para o casamento civil coletivo que será realizado em 24 de fevereiro de 2015.

Cabe destacar que o sucesso do evento se deu com a participação ativa do magistrado André Carias de Araújo, bem como do representante do Ministério Público Regis Rogerio Vicente Sartori, dos servidores e das importantes parceiras FAE na pessoa da professora e advogada Tania Francisca dos Santos, PUC, por meio da professora Regina Cardoso de A. A. Costa, assim como da Unibrasil, pela professora Danielle Notari.

O Instituto de Identificação do Paraná atuando de forma ininterrupta nas unidades penais na confecção das carteiras de identidade ao detentos.

Outrossim, cabe destacar o trabalho do ICI - Instituto Curitiba de Informática em parceria com os servidores da área de informática e elétrica do Tribunal de Justiça que, como sempre, garantiram a estrutura lógica e elétrica do evento.

O programa é fruto de parceria entre o Poder Judiciário do Paraná, Sistema Fecomércio - Sesc/Cidadão, COPEL, ICI, Exército Brasileiro, Caixa Econômica Federal, Instituto de Identificação, prefeituras e universidades e faculdades.