A tem o papel de extrapolar os anseios do Poder Judiciário na dimensão temporal.

A Visão é a descrição do cenário ou sonho da instituição, relacionado com a projeção de oportunidades futuras, questionando aonde o Judiciário quer chegar e como quer ser percebido ou reconhecido pelo meio ambiente interno ou externo que o envolve. Seu estabelecimento parte de um exercício das aspirações, para se constituir em elemento de motivação das pessoas na persecução dos horizontes traçados. Na Visão, os desejos para o futuro da organização devem cristalizar-se numa frase, que tenha a força de comunicação necessária para engajar todos na sua busca.